Maria de Fátima Nogueira dos Santos, Psicólogo(a), Goiânia

O que é mais importante na relação?Ter razão ou ter comunhão?

As relações antes mesmo de se estruturarem já estão se deteriorando.

A solidão a dois tem sido comum.

Quando não existe um campo de guerra,onde todos se mantem armados até os dentes.

Existe uma comunicação agressiva e reativa!

Ninguém sabe escutar!Enquanto o outro fala no ataque o outro pensa na defesa e contra ataca.

E casamento vira um erro,uma fria,uma desgraça,muito sacrificio,ou a morte.

Mas aonde esta o amor?

Muitos amargurados acreditam que amor é ilusão, é falsidade é mentira.

Mas o amor do conto de fada apresenta-se ao aveso!

Lá começa com muita luta e sofrimento para ficar juntos e termina em felizes para sempre!

Mas na vida real começamos felizes para sempre e continuamos em muita luta e sofrimento para ficarmos juntos.

Ai descobrimos que a maioria das nossas guerras são por causa dos nossos egos,nosso narcisismo.

Então quando surgir um conflito,devemos baixar as armas e ambos escutar um ao outro,por na mesa o que vai ser bom para os dois.

Nessa disposição o casal esta construindo um amor sólido e seguro.

Caros(as) leitores(as) essa tarefa exige muito querer e flexibilidade para aprender algo contrario aos seus saberes.

Cometer erros é necessario.O que não podemos é ser juiz e carrasco conosco ou com o outro.

Devemos ter compaixão e aprender ser melhor a dois com os erros do egoismo.

E viva o amor real de cada casal que teimam em ficar juntos.