Elza Barros, Psicólogo(a), Pelotas

É possível ser feliz com diabetes?

Para responder essa pergunta usarei um artigo de Bianca Moribe,farmacêutica,diabética há mais de 25anos, que li há alguns anos.

É possível sermos pessoas felizes mesmo tendo diabetes?

"Eu posso seguramente dizer que sim.É perfeitamente possível sermos felizes com diabetes! De nada adiante lamentar-se e ficar culpando por não poder comer determinados alimentos ou não poder praticar alguns hábitos como beber,etc.Devemos colocar mãos à obra, adotar hábitos de vida saudável e nos cuidar!Você verá que não é tão difícil assim.Pode-se ter uma vida normal e feliz mesmo com diabetes! Devemos, ao invés de ficarmos tímidos e introspectivos em nosso mundinho,ir para o palco da vida munidos de nossa abençoada insulina ou medicamento,e de toda a tecnologia que existe para que tenhamos uma maior qualidade de vida! Devemos usá-la a nosso favor,

Não é uma coisa fácil,mas é perfeitamente possível, sim ,viver plenamente tendo apenas um pouco mais de disciplina com a sua saúde.O diabetes nos torna mais seletivos com os nossos hábitos alimentares e de vida,passamoa a enxergar o mundo de outra maneira,com olhos mais apurados,cheios de determinação.Aprendemos a distinguir melhor o que faz e o que não faz bem para a nossa saúde.

O diabetes não lhe impedirá de realizar seus sonhos.Ele não afetará de forma alguma a sua inteligência,o seu raciocínio,a sua percepção do mundo e das coisas ao seu redor.Ele não limitará você fisicamente se conseguir manter um bom controle glicêmico,

Haverá dias que você estará de "saco cheio" de tanto ter que se furar, de tantas regras, de tanto controle.Permita-se apenas 5 minutos de loucura.Brigue,esbraveje,esperneie,Depois respire fundo e siga em frente,pois você pode sim se superar,sendo capaz de se organizar,de organizar sua vida.

O diabético pode e deve sentir-se normal,como qualquer outra pessoa.Deve ter ânimo e paixão para realizar tudo aquilo que quiser."

Observamos pelas palavras de Bianca,que podemos ser felizes,mesmo sendo diabéticos.Todos temos um objetivo,um sonho,mas não podemos esquecer de valorizar e curtir aquilo que temos ou conquistamos.Vivemos sempre buscando algo,sem termos a satisfação da conquista,e isso nos torna frustrados.Tão importante como buscar ou sonhar,é curtir a realização daquilo que tanto imaginávamos conseguir.

Um aspecto a ser enfatizado é a influência das emoções no diabético.Podemos estabelecer uma relação entre a falta de controle e complicações,que parece estar ligada ao tipo de ansiedade que o indivíduo experimenta.Portanto,para ter uma vida normal e feliz,o diabético depende em certa medida,de como lida com a angústia,medo,raiva e culpa,ou seja depende da capacidade de o sujeito elaborar as suas perdas. 

Ás vezes,há necessidade de uma ajuda especializada para nos conhecermos a fundo,tirarmos os rótulos que fomos adquirindo ao longo da vida e sabermos quem somos na essência,nos aceitarmos com nossas qualidades e defeitos,buscarmos a melhora e o aprimoramento,mas não esquecendo nunca de ser feliz.

,